Procurar
Feche esta caixa de pesquisa.

Quanto fertilizante por acre para milho

Aprenda como determinar a quantidade certa de fertilizante por acre para milho. Entenda as necessidades de nutrientes, testes de solo e fatores.

Existem poucas culturas tão altas como o milho, com caules enormes erguendo-se até ao céu. O milho é um pilar em muitos campos agrícolas. Fertilizá-lo adequadamente é essencial para culturas saudáveis e produtivas. 

Mas exatamente quanto fertilizante é necessário por acre? Vamos mergulhar nos detalhes.

O que o milho precisa?

Campo de milho com árvore no centro A imagem retrata um ambiente agrícola

Poucas paisagens são tão satisfatórias quanto um campo de milho dourado no auge da estação de cultivo do verão. Cada planta é alta e verde, cada espiga repleta de sementes prontas para serem colhidas e levadas para casa. Com boas práticas de fertilização, os seus campos deverão ser capazes de produzir colheitas saudáveis ano após ano. 

Mas o que exatamente o milho precisa para prosperar? Quanto fertilizante é necessário por acre? Vamos mergulhar em algumas das considerações sobre a fertilização, incluindo as necessidades de nutrientes, o valor dos testes de solo e outras dicas úteis. 

Junte-se a nós para descobrir o que é necessário para cultivar safras saudáveis de milho e colher uma colheita frutífera.

Fatores de influência

Primeiro, é importante compreender os vários fatores que podem influenciar as necessidades de fertilizantes para o milho. Ao fazer isso, você pode maximizar melhor os rendimentos e evitar o desperdício de recursos valiosos. Aqui está um pouco mais sobre cada um:

1. Solo

Vista panorâmica de um campo de milho contra um céu azul

Os solos são constituídos por diferentes tamanhos de partículas minerais e matéria orgânica. Existem partículas maiores no solo arenoso e drenam rapidamente. Isso significa que os nutrientes viajam pelo solo antes que o fertilizante possa fornecer mais substitutos.

Por esse motivo, os solos arenosos necessitam de fertilizações mais frequentes para manter uma disponibilidade constante de nutrientes às plantas de milho. Os solos argilosos, por outro lado, possuem partículas menores e retêm os nutrientes de forma mais eficaz. Com solos argilosos, são necessárias menos aplicações de nutrientes disponíveis para as plantas para alimentar as plantas de milho durante um período prolongado.

2. Clima

À medida que as temperaturas aumentam, a qualidade da matéria orgânica e de outros nutrientes do solo também se decompõe e se decompõe rapidamente. Em climas mais quentes, plantas de milho consumirá os nutrientes disponíveis em taxas mais rápidas, o que significa que a fertilização frequente é necessária para atender à demanda.

3. Culturas anteriores

O que as culturas anteriores no campo exigiam do ponto de vista nutricional? Imagine um agricultor cultivando um híbrido de milho que requer 170 quilos de azoto. Então, é seguro presumir que o campo precisava de 170 libras de nitrogênio.

Porém, se a safra anterior antes do milho foi a soja, então o nitrogênio não será necessário para a soja seguinte ao milho. A soja pode adicionar entre 50-120 libras de nitrogênio ao solo.

Calculando as necessidades de fertilizantes

Uma pessoa usando um laptop em um jardim trabalhando no cálculo das necessidades de fertilizantes

Teste de solo

Testar o solo antes de aplicar qualquer fertilizante irá ajudá-lo a determinar exatamente o que falta em seu solo e em que quantidades.

Proporção de nitrogênio, fósforo e potássio (NPK)

Existem três macronutrientes que o milho necessita em grandes quantidades:

  • Nitrogênio (N): O nitrogênio é o nutriente primário para o desenvolvimento do tecido foliar. Maioria fertilizante de nitrogênio deve ser aplicado quando a cultura estiver emergindo e novamente quando a planta tiver cerca de quinze centímetros de altura. O milho requer aproximadamente 100-150 libras de nitrogênio por acre a cada temporada. 

As aplicações de nitrogênio pré-plantio podem ser divididas com uma cobertura no final da temporada.

  • Fósforo (P): O fósforo ajuda as plantas no desenvolvimento das raízes e no estabelecimento inicial do estande. A maioria das variedades de milho requer 50-80 libras de fósforo por acre. A deficiência de fósforo pode inibir o crescimento do milho e diminuir seu potencial produtivo.
  • Potássio (K): Potássio melhora a saúde geral da planta e auxilia na resistência ao estresse. Caules fortes são desenvolvidos com classificações adequadas de fertilizantes potássicos.

Isso ajuda a manter os ouvidos atentos à seca. O milho requer 30-50 libras de potássio por acre.

  • Micronutrientes: Os poucos nutrientes muitas vezes passam despercebidos, mas ainda assim são muito importantes. Micronutrientes como zinco, ferro e manganês são normalmente necessários em quantidades menores em comparação com os macronutrientes. 

Mas eles ainda desempenham um papel crítico na saúde do milho. Um teste de micronutrientes no solo pode ajudar a determinar se há alguma deficiência e orientá-lo no desenvolvimento de um programa de fertilizantes eficaz.

Ajustando para Fatores

Metas de rendimento

Todos os rendimentos não são recordes? Caso contrário, talvez seja necessário considerar aumentar as taxas de fertilizantes. Quanto maior a meta de rendimento, mais nutrientes serão necessários para estimular o crescimento e o desenvolvimento.

Condições ambientais

Por que tão sombrio? Está chovendo? Se estiver seco há muito tempo, pode ser necessário fornecer nutrientes adicionais para que as plantas de milho continuem crescendo. 

Além disso, muita chuva pode remover os nutrientes da zona radicular. Portanto, aplicações adicionais podem ser necessárias para repor os nutrientes utilizados.

Uma espátula e um ancinho repousando no solo micronutrientes essenciais visíveis promovendo a saúde das plantas

Conclusão

Fertilizar milho não é um negócio do tipo “tamanho único”. Você precisa levar em consideração muitos fatores diferentes, como solo, clima e a própria cultura. O solo é o fator mais importante e deve sempre ser testado para determinar as deficiências de nutrientes que precisam ser corrigidas.

O clima desempenha um grande papel na aplicação de fertilizantes porque as mudanças na temperatura, umidade e estágios de crescimento podem afetar a absorção de nutrientes. Você pode contar com Hans Química para todos os tipos de fertilizantes.

Os estágios de crescimento do milho variam desde o desenvolvimento vegetativo (V) até o desenvolvimento reprodutivo (R). Portanto, saber quando cada estágio ocorre ajudará a determinar quais nutrientes são necessários para um crescimento e desenvolvimento ideais.

perguntas frequentes 

1. Por que é necessário testar o solo antes de fertilizar o milho?

Testes de solo são necessários antes de fertilizar o milho porque fornecem informações valiosas sobre as necessidades de nutrientes e as condições do solo. Os resultados ajudam os produtores a determinar a quantidade adequada de nutrientes a aplicar para maximizar o rendimento e o potencial da colheita.

2. Qual a quantidade de nitrogênio normalmente necessária para o milho por acre?

Geralmente, o milho precisa de aproximadamente 100-150 libras de nitrogênio por acre para produzir uma safra. As necessidades reais variariam dependendo dos níveis de fósforo do solo, do clima, do histórico da cultura e do objetivo de rendimento.

3. Qual o papel dos micronutrientes no milho e como uma deficiência pode ser corrigida?

Embora os micronutrientes sejam necessários em quantidades menores, eles desempenham um papel importante na nutrição do milho. Um teste de micronutrientes no solo pode ajudar a determinar se existe uma deficiência de nutrientes, e os produtores podem ajustar o seu programa de fertilidade em conformidade. 

4. Como as condições climáticas influenciarão seu plano de fertilizantes?

A humidade do solo – seja escassa ou excessivamente abundante – pode afectar a disponibilidade de nutrientes. É importante gerir as aplicações de fertilizantes com base nas condições meteorológicas atuais e previstas. Pode ser necessário aplicar nutrientes para garantir que o milho permaneça saudável e cresça em um ritmo constante.

Artigos Durados para Você

Pessoa segurando um recipiente com terra e luvas, dos 10 principais produtores de fertilizantes orgânicos

Os 10 principais produtores de fertilizantes orgânicos

Conheça os principais produtores de fertilizantes orgânicos em 2024. Conheça a história, os produtos e as inovações para escolher a melhor solução sustentável para suas necessidades.

Dois trabalhadores em uma fábrica que processa fertilizante de aminoácidos amarelo

Os 15 principais fabricantes de fertilizantes de aminoácidos nos EUA

Explore os 15 principais fabricantes de fertilizantes de aminoácidos nos EUA, incluindo HANS Chem, Aminocore e outros, para melhorar o crescimento, o rendimento e a sustentabilidade das culturas.

Mirtilos crescendo perto de uma janela destacada no Guia para fertilizar plantas de mirtilo

Um guia para fertilizar plantas de mirtilo

Aprenda como fertilizar plantas de mirtilo com este guia completo. Descubra os melhores fertilizantes e dicas para um crescimento saudável e colheitas abundantes.

pt_PTPortuguese