Procurar
Feche esta caixa de pesquisa.

O guia definitivo para fertilizantes compostos

Explore os benefícios dos fertilizantes compostos para o crescimento ideal das plantas, incluindo tipos, métodos de aplicação e seu impacto no solo e nas culturas.

Fertilizantes garantir o crescimento saudável das raízes, folhas, flores e frutos da planta. Estes podem vir em várias composições e formas, como grânulos, pó ou líquido. Os fertilizantes são formulados com minerais como nitrogênio e potássio para evitar a deterioração das raízes ou o amarelecimento das folhas. Usar os fertilizantes certos garante que todos os nutrientes estejam prontamente disponíveis para o crescimento das plantas.

Dependendo do crescimento da planta, você pode usar fertilizantes simples ou compostos. Fertilizantes diretos vêm com um único ingrediente e são úteis se faltar um nutriente no solo. Por outro lado, os fertilizantes compostos contêm mais de dois constituintes. 

Um tipo comum de fertilizante composto é o fertilizante com nitrogênio, fósforo e potássio. Fertilizantes NPK são usados principalmente para vegetais, girassóis, milho e trigo. Esta composição os torna adequados para adicionar vários nutrientes ao solo. Discutiremos os fertilizantes compostos e seus tipos com mais detalhes. 

O que são fertilizantes compostos?

O que são fertilizantes compostos

Conforme mencionado acima, os fertilizantes compostos contêm mais de dois ou três ingredientes. O mais comum é o fertilizante NPK. Está disponível em diferentes porcentagens de nitrogênio, fósforo e potássio.

Eles podem vir em grânulos e em pó. A formação de fertilizantes compostos garante que o solo não falte nutrientes individuais e que as plantas possam crescer com os nutrientes certos. Observe que os fertilizantes compostos são diferentes dos fertilizantes misturados. 

Esses fertilizantes podem ser feitos usando métodos de mistura a granel para garantir que cada grânulo tenha a mesma composição com uma mistura homogênea. Portanto, a aplicação será mais fácil e uniforme. Por exemplo, os fertilizantes NPK utilizam processos nitrofosfato com granulação química. 

Durante o processo. Falar em fertilizantes misturados é heterogêneo e os grânulos terão composições diferentes. 

Tipos de fertilizantes compostos

Tipos de fertilizantes compostos1

Aqui estão os tipos comuns de fertilizantes compostos.

Fertilizantes Compostos Sintéticos

Os fertilizantes compostos sintéticos contêm nutrientes concentrados. Eles são usados quando as plantas precisam de mais nutrientes durante a fase de floração ou floração. Os fertilizantes compostos sintéticos são fortes porque são fortemente concentrados; portanto, eles só devem ser usados em pequenas quantidades. 

Fertilizantes compostos de liberação lenta

Fertilizantes de liberação lenta são bons para adicionar nutrientes em uma taxa consistente. Isso pode ser adicionado ao longo de semanas ou meses, atendendo às necessidades de uma planta em crescimento. Esses fertilizantes vêm com um revestimento especial para liberar lentamente os nutrientes no solo. 

São ideais se a composição do solo for boa e só precisar de um pequeno impulso em intervalos. O fornecimento consistente de nutrientes garante que as plantas e árvores possam crescer adequadamente sem o risco de fertilização excessiva. 

Fertilizantes compostos solúveis em água

Como o nome já diz, são solúveis em água e podem ser adicionados ao solo misturando-se rapidamente na água. Eles também podem ser adicionados ao sistema de irrigação para pingar lentamente o fertilizante no solo. Esses fertilizantes vêm em altas concentrações para compensar a alta taxa de escoamento com as águas subterrâneas. Fertilizantes solúveis em água são bons para adicionar rapidamente os nutrientes ao solo. 

Biofertilizantes

Biofertilizantes

Estes são feitos com microorganismos vivos. Bactérias e fungos podem ser usados para adicionar nitrogênio ao ar. Esses fertilizantes ajudam a fixar a composição do solo naturalmente, sem adicionar grânulos químicos.

Fertilizantes Orgânicos 

Fertilizantes orgânicos pode ser feito com constituintes orgânicos, como esterco ou farinha de peixe. Estas misturas não são tão fortes; portanto, eles devem ser aplicados com mais frequência. Eles são ideais se suas plantas precisarem de menos fertilizantes. 

Tipo de fertilizante 

Exemplo

Fertilizantes Compostos Sintéticos

Uréia

Fertilizantes compostos de liberação lenta

uréia revestida com enxofre e fertilizantes revestidos com polímero.

Fertilizantes compostos solúveis em água

Nitrato de amônio, nitrato de cálcio e cloreto de potássio

Biofertilizantes

Bactérias rizóbios e fungos micorrízicos

Fertilizantes Orgânicos

Composto, farinha de ossos e esterco

Como os fertilizantes compostos são diferentes dos fertilizantes simples?

Os fertilizantes diretos oferecem apenas um tipo de nutriente. Se, depois teste de solo, o solo carece de um nutriente específico, o fertilizante direto é a escolha certa. Os fertilizantes compostos são para solos que carecem de mais de dois ou três nutrientes. 

Os fertilizantes compostos NPK podem vir em uma 20-10-10 ou proporção 10-8-20. O primeiro número representará a porcentagem de nitrogênio, o segundo será para o fósforo e o terceiro será para o potássio. 

A escolha de fertilizantes compostos oferece ao solo o equilíbrio certo de nutrientes. Muitas vezes é melhor do que fertilizantes simples. Sempre realize um teste de solo para garantir a escolha certa de fertilizantes. Considere o tipo de planta e seu estágio de crescimento para escolher os tipos e a composição do fertilizante. 

Fertilizantes compostos para escolher

Aqui estão alguns fertilizantes compostos comuns: 

Sulfato de amônia

É rico em nitrogênio e enxofre, o que é bom para tornar o solo ácido para as plantas. Geralmente adicionado para enriquecer o crescimento da planta, o sulfato de amônio também atua como herbicida. Mistura-se bem com água e é adequado para solos extra secos. 

Fertilizantes com nitrogênio, fósforo e potássio (NPK)

O fertilizante NPK é um fertilizante de amplo espectro para o crescimento geral da planta. O perfil nutricional desses fertilizantes será mencionado na embalagem em proporções como 10-10-20, indicando a porcentagem de nitrogênio, fósforo e potássio. 

Devido à sua menor solubilidade em águas subterrâneas, é ideal para solos secos. Além disso, retém o fertilizante por mais tempo no solo. Com o uso correto deste fertilizante, as plantas darão um bom rendimento e não murcharão na fase de crescimento. Culturas alimentares como milho e trigo beneficiam-se dos fertilizantes NPK, proporcionando mais grãos após o uso.

Cloreto de Potássio 

Fertilizante rico em potássio é usado para o crescimento das plantas e o rendimento das culturas. O potássio ajuda as plantas a obter mais água e oxigênio do solo e da atmosfera. Ao liberar dióxido de carbono, o cloreto de potássio também ajuda na osmorregulação e na fotossíntese para garantir uma boa saúde das plantas. 

Outro benefício do uso do macronutriente cloreto de potássio é que ele impede que as pragas ataquem as plantações. Vapor de água, oxigênio e dióxido de carbono.

Superfosfato triplo

É utilizado na fase de crescimento das plantas, pois promove o desenvolvimento das raízes. Um bom sistema radicular permite que as plantas absorvam mais nutrientes para apoiar o seu crescimento. 

Nitrato de cálcio 

Contendo nitrogênio e cálcio, este fertilizante é utilizado para o crescimento de plantas e frutos. Fertilizante de nitrato de cálcio pode ajudar a melhorar a saúde das raízes das plantas. Isso permite que a planta absorva mais nutrientes, levando a melhores colheitas em termos de sabor, nutrição e prazo de validade. 

Uréia

Outro bom fertilizante para promover o rendimento das plantas e o crescimento da floração. As folhas ficarão exuberantes quando a uréia for usada como fertilizante. Uréia pode ser adicionado ao cultivo de plantas como cereais, hortaliças, oleaginosas e frutas.

O Processo de Fabricação

O Processo de Fabricação1

A maioria dos fertilizantes compostos é feita com uréia, enxofre, potássio, amônia e fosfato de amônio. Estes constituintes decidem o método de produção para garantir o conteúdo nutricional correto. 

Aqui está o processo de produção de fertilizante composto: 

  • Reator tubular cruzado: Este método é usado para fazer fertilizante rico em amônia. O reator tubular derrete amônia (NH3), potássio e fósforo. Esses ingredientes são então transformados em uma mistura sólida. 
  • Compactação: Os ingredientes do fertilizante são compactados juntos para formar uma mistura homogênea. Este método permite a combinação de vários ingredientes fertilizantes compostos, formando uma ligação química durante a compactação. 
  • Acreção: Um líquido rico em nutrientes é cuidadosamente colocado em camadas sobre os grânulos. Esta camada pode endurecer e secar antes de adicionar mais por cima. O processo é repetido até que o perfil nutricional desejado esteja disponível. 
  • Processo de nitrofosfato: Este método é usado para fazer fertilizantes de nitrogênio, fósforo e potássio. Rocha fosfática é adicionada ao ácido nítrico para criar uma reação. Isso resulta em um fertilizante sólido. 

Benefícios do uso de fertilizantes compostos 

Aqui estão alguns benefícios do uso de fertilizantes compostos para plantas: 

  • Os fertilizantes compostos facilitam a agricultura, fornecendo mais nutrientes com uma única solução de aplicação. 
  • O valor dos ingredientes pode ser ajustado para obter a quantidade certa para a estrutura do solo e as necessidades da planta. 
  • Os fertilizantes compostos possuem quantidades equilibradas de nutrientes, de modo que a qualidade do solo pode ser melhorada rapidamente. 
  • Os agricultores podem escolher misturas personalizadas de fertilizantes compostos para atender às culturas e às necessidades do solo após os testes. 
  • Estes fertilizantes revelam-se mais acessíveis do que a dependência de fertilizantes separados. 
  • Haverá uma melhoria significativa na saúde das plantas e no rendimento das colheitas após o uso de fertilizantes compostos. 
  • Muitos fertilizantes compostos mantêm a saúde do solo e das plantas, reduzindo assim a necessidade de adição de pesticidas. O impacto desta mudança é a redução da poluição do solo e das águas subterrâneas. 

Há alguma desvantagem nos fertilizantes compostos?

Há alguma desvantagem nos fertilizantes compostos

Uma palavra de cautela ao usar esses fertilizantes é nunca exagerar. A fertilização excessiva pode fazer com que o solo mude abruptamente. Como resultado disso, as plantas desenvolverão raízes e folhas prejudiciais à saúde ou pouco rendimento. 

Por exemplo, adicionar demasiado azoto pode infiltrar-se nas águas subterrâneas. Se você adicionar muito Fertilizante NPK, pode matar microorganismos essenciais para a saúde das plantas. Portanto, a melhor forma de utilizar fertilizantes é adicioná-los somente após a realização de um teste profissional de solo. 

Empacotando

Agora você sabe tudo sobre fertilizantes compostos e como eles são essenciais para o crescimento das plantas. O fertilizante composto contém constituintes necessários como potássio, fósforo, nitrogênio e enxofre. Eles ajudam a garantir raízes, folhas, flores e frutos saudáveis. 

Os fertilizantes compostos são ótimos para solos com falta de umidade e nutrientes. Eles podem melhorar a retenção de água no solo, o que é ideal para manter a saúde das raízes. Além dos cuidados adequados com o solo e as plantas, os fertilizantes na quantidade certa revelam-se uma excelente ferramenta agrícola e de jardinagem. Voce pode tambem Contate-nos para saber mais sobre fertilizantes compostos.

Artigos Durados para Você

Variedade de plantas suculentas em vários vasos, candidatas ideais para os melhores fertilizantes para plantas de interior para promover um crescimento saudável

Os 10 principais fertilizantes para alimentar suas suculentas

Explore os 10 principais fertilizantes para suculentas, melhorando o crescimento e melhorando a saúde das plantas com proporções ideais de NPK.

Criança agachada na grama segurando lápis de cor simbolizando a fase de planejamento de um cronograma de fertilização

Quando fertilizar o novo gramado?

Descubra o momento e as técnicas ideais para fertilizar o gramado novo para promover um forte crescimento das raízes e um gramado exuberante e vibrante.

Pessoa segurando um regador amarelo se preparando para aplicar fertilizante na grama molhada

O que acontece se você aplicar fertilizante na grama molhada?

Descubra por que aplicar fertilizante na grama molhada é prejudicial e obtenha dicas sobre técnicas adequadas de fertilização do gramado.

pt_PTPortuguese