Procurar
Feche esta caixa de pesquisa.

O guia definitivo para fertilizantes orgânicos

Descubra os benefícios dos fertilizantes orgânicos para o crescimento saudável das plantas e a melhoria do solo com nosso guia sobre tipos e dicas de aplicação.

Outros fertilizantes agem rapidamente e fornecem resultados rapidamente. No entanto, eles também são conhecidos por seus efeitos adversos no solo e nas plantas. Digitar fertilizantes orgânicos. Esses materiais naturais fornecem os nutrientes lentamente e garantem que suas plantas cresçam fortes e resistentes ao longo do tempo. Eles fazem isso melhorando a estrutura e composição do solo para o crescimento saudável das plantas. 

Então, o que são e como funcionam? Vamos descobrir neste artigo que contará detalhadamente tudo sobre fertilizantes veganos e ecológicos. 

O que são fertilizantes orgânicos?

O que são fertilizantes orgânicos

Os fertilizantes orgânicos são um tipo de fertilizante derivado inteiramente de fontes naturais, como plantas e animais. Estes podem incorporar subprodutos agrícolas, esterco animal e materiais vegetais frescos ou secos. 

Eles liberam nutrientes lentamente e, assim, fornecem nutrição consistente às plantas. Além disso, são suaves e não prejudicam as plantas como os fertilizantes químicos. 

Tipos de fertilizantes orgânicos

Principalmente eles são dos três tipos a seguir:

  • Fertilizantes orgânicos à base de plantas
  • Fertilizantes orgânicos de origem animal
  • Fertilizantes à base de minerais

Fertilizantes à base de plantas

Esses fertilizantes são derivados de matéria vegetal em decomposição ou de outros subprodutos agrícolas, como melaço, adubo verde, culturas de cobertura, algas, composto, algas marinhas, farelo de algodão e muito mais. Essas fontes fornecem às plantas nutrientes essenciais ao mesmo tempo que promovem a saúde do solo, além do crescimento e desenvolvimento da planta.

Farinha de algodão

Farinha de algodão

Um resíduo da indústria do algodão, o farelo de algodão é um incrível fertilizante orgânico à base de plantas. Isso é um fertilizante de liberação lenta rico em nitrogênio, com valor NPK de 6-2-2. Este estrume derivado de plantas é bom para reduzir o pH do solo, evitando queimaduras nas plantas. Você pode adicioná-lo ao solo do jardim ou aplicá-lo como cobertura para suas plantas. 

Perfeito para plantas que gostam de ácidos.

Algas marinhas

Você pode usar algas marinhas tanto na forma líquida quanto em farinha para adicionar oligoelementos às suas plantas. Eles são conhecidos por adicionar aminoácidos, micronutrientes, polissacarídeos, açúcares e vitaminas para suas plantas, estimulando seu crescimento. Nitrogênio, fósforo e potássio também estão presentes em pequenas quantidades nas algas marinhas.  

Seque as algas ao sol ou em um desidratador para uso posterior. 

Composto

Este fertilizante é geralmente preparado decompondo os resíduos da cozinha e do gramado ou jardim para melhorar a estrutura do solo e também a fertilidade. Por um lado, ajuda a reduzir o lixo doméstico; por outro, regressa à cadeia alimentar produzindo plantas mais saudáveis.

É particularmente bom para as hortaliças porque, quando apodrece, gera calor, estimulando mais crescimento.

Refeição de grãos de soja

O resíduo sólido deixado após a moagem da soja para obter óleo é o farelo de soja. Possui grande quantidade de nitrogênio com NPK valor analisado como 7-1,5-1. Você só precisa de 1-2 libras de farelo de soja para cada 100 metros quadrados de solo uma vez por ano, e o fertilizante de liberação lenta fará o seu trabalho.

Insolúvel em água, o farelo de soja não lixivia e não contamina os corpos hídricos. 

Outros tipos de fertilizantes à base de plantas são refeição de alfafa, farinha de glúten de milho, farinha de algas e uma mistura vegana prática. 

Fertilizantes de origem animal

Como o nome sugere, estes são feitos a partir de subprodutos de animais utilizados. 

Farinha de osso

É uma composição de ossos de animais cozidos no vapor e desengordurados, moídos em um pó fino. É um fertilizante de liberação lenta e contém cálcio e fósforo em boa medida, o que o torna altamente benéfico para bulbos e tubérculos. Não apenas isso, farinha de ossos contém micronutrientes como zinco, ferro e magnésio e é bom para o crescimento microbiano no solo.

Uma única aplicação é eficaz por até quatro meses. 

Emulsão de peixe

Emulsão de peixe

É um fertilizante líquido para todos os fins e atua muito rápido no crescimento geral da planta. As emulsões de peixe contêm peixe inteiro ou derivados, como escamas, ossos e pele. Isso o torna uma rica fonte de informações macro e micronutrientes como nitrogênio (N), potássio (K), fósforo (P), enxofre (S), cálcio (Ca) e magnésio (Mg).

Basta diluir conforme instruções do fabricante e aplicar nas plantas.  

Farinha de penas 

As penas das aves são moídas e convertidas em uma refeição conhecida como farinha de penas. É a maior fonte de nitrogênio não sintético, o que o torna altamente benéfico para plantas com folhagem. Embora a farinha de sangue seja um pouco confusa, a farinha de penas é mais fácil de trabalhar.

É um fertilizante de liberação lenta e eficaz no solo por 6 a 9 meses.

Outros tipos de fertilizantes de origem animal: estrume animal, farinha de sangue e guano de morcego/aves marinhas

Fertilizantes Orgânicos à Base de Minerais

Os fertilizantes à base de minerais são um tipo de fertilizante para plantas derivado da terra e, portanto, apresentam uma alternativa saudável para fertilização. Eles fornecem às plantas os nutrientes de que precisam para crescer e prosperar. 

Tipos de fertilizantes à base de minerais

Areia verde

Areia verde

Também chamada de glauconita, areia verde é um depósito marinho que atua como fertilizante de liberação lenta. É enriquecido com potássio, ferro e diversos silicatos. Além desses nutrientes, a areia verde é capaz de soltar solos compactados, retendo solos arenosos, aumentando assim a capacidade de retenção de água do solo. 

É um condicionador de solo comprovado para gramados, jardins e canteiros de flores. 

Fosfato de Rocha

Da germinação à maturação, toda planta necessita de fósforo e, portanto, de um alimento vegetal como fosfato de rocha. A maioria dos fertilizantes fosfatados comerciais no mercado hoje usa fosfato natural como matéria-prima. No entanto, no passado, era utilizado como fertilizante, principalmente para solos ácidos.

Fertilizantes orgânicos caseiros

Aqueles que precisam de um impulso instantâneo para suas plantas também podem tentar fazer fertilizantes orgânicos em casa. Abaixo estão alguns exemplos que você pode experimentar em suas plantas de casa. 

Fertilizante de borra de café

Fertilizante de borra de café

Embora algumas plantas possam resistir à borra de café não preparada, a melhor maneira é aproveitar a borra de café usada. Quer você tome café descafeinado ou normal, ambos são igualmente úteis para suas plantas. 

Você mesmo pode prepará-lo: pegue uma colher de chá de borra de café que você já usou e misture com a terra. O solo diluído também pode ser usado durante a rega das plantas.

Observação: Não use borra de café usada para fertilizar suas suculentas. A borra de café retém água e pode ser fatal para as plantas que amam solos áridos. 

Chá de compostagem faça você mesmo

Um dos fertilizantes mais ecológicos e nutritivos para as suas plantas é o chá de compostagem DIY. Não é nada além de uma espécie de fertilizante líquido que tem composto embebido nele. Este último pode ajudar as plantas a lutar contra os microrganismos prejudiciais a elas.  

À medida que você prepara ou faz o chá de compostagem DIY, todos os nutrientes presentes nele são liberados na água, junto com algumas bactérias essenciais e fungos. A preparação pode levar algum tempo, então planeje. Além disso, é ecológico e pode ser customizado de acordo com as necessidades de suas plantas.

Casca de banana

Então, da próxima vez que você pensar em jogar fora essas cascas, pense nas suas plantas. As cascas de banana estão cheias de nutrientes como fósforo e potássio e, portanto, são benéficas para as plantas. Mas não os adicione diretamente às plantas, pois podem demorar muito para se decompor.

Outra razão pela qual você não deve fazer isso é porque as cascas podres podem atrair moscas e outros insetos e causar incômodo. Em vez disso, molhe as cascas de banana para extrair os nutrientes e despeje a água no solo. Use este remédio uma vez por mês e observe a diferença.

Nota: Você pode usar muito mais fertilizantes orgânicos em casa, dependendo das necessidades da sua planta. Embora sejam baratos de fazer, é necessário ter conhecimento de compostagem antes de prosseguir. 

O papel dos fertilizantes orgânicos na agricultura sustentável

Melhorando a saúde do solo

Os fertilizantes orgânicos melhoram a estrutura do solo, aumentam a retenção de água e estimulam a atividade microbiana, resultando em solos mais saudáveis e resilientes.

Reduzindo o escoamento químico

A utilização de fertilizantes orgânicos reduz o risco de escoamento de produtos químicos nocivos para os corpos d'água, protegendo os ecossistemas locais e promovendo a biodiversidade.

Apoiando a Sustentabilidade a Longo Prazo

Ao enriquecer o solo naturalmente, fertilizantes orgânicos ajudar a manter a fertilidade do solo ao longo do tempo, garantindo uma produção agrícola sustentável e reduzindo a dependência de factores de produção sintéticos.

Promoção de práticas ecológicas

Os fertilizantes orgânicos incentivam o uso de práticas agrícolas ecológicas, contribuindo para a sustentabilidade agrícola geral e a conservação ambiental.

Como aplicar fertilizantes orgânicos: algumas dicas profissionais

Leia as instruções

A palavra 'Orgânico' não significa que todos os fertilizantes orgânicos sejam bons para as suas plantas. A fertilização excessiva pode ocorrer mesmo com esses fertilizantes. Portanto, leia as instruções do fabricante. Contém todas as informações sobre taxa de aplicação, frequência e método de uso.

Armazene adequadamente

Assim como os fertilizantes sintéticos, é importante armazenar os fertilizantes orgânicos em local fresco e seco. Eles não devem ser expostos à luz solar e à umidade. Armazená-los dessa forma também os manterá protegidos contra pragas e maus odores.

Use equipamento de proteção

Descobriu-se que fertilizantes orgânicos em pó causam irritação nos olhos ou problemas respiratórios. Para combater esses problemas, use óculos de proteção e luvas grossas e cubra o corpo, principalmente braços e pernas.

Escolha o momento certo para fertilizar

É sempre bom fertilizar as plantas nas primeiras horas da manhã ou no final da tarde. Isso porque, nessas horas, o risco de evaporação é mínimo. Isso também significa que as plantas têm tempo suficiente para absorver os nutrientes. 

Use esterco bem compostado

Patógenos frescos podem queimar plantas. Portanto, compre sempre esterco apodrecido, pois os patógenos morreram nele e a quantidade de nutrientes também está equilibrada. 

Regue-os

Plantas aquáticas

Depois de aplicar o fertilizante, não se esqueça de rega as plantas e umedeça o solo. Isso é especialmente importante quando você adiciona fertilizantes orgânicos sólidos ou granulares. Isso aumenta sua disponibilidade para as plantas. 

Observe a planta de perto

Sua planta gostou do fertilizante? Com isso, queremos dizer, está apresentando algum sinal de melhora para o qual você o utilizou ou não? Ou há algum efeito deletério? Por exemplo, se você fertilizou demais, as folhas podem começar a amarelar. Observe atentamente esses sinais.

Mantenha um registro escrito da fertilização

Você pode não sentir vontade de fazer isso, mas é importante garantir que suas plantas permaneçam felizes e saudáveis. Portanto, anote os fertilizantes que você usou e quanto usou para saber o que fazer caso precise fazer ajustes mais tarde. 

Escolha o fertilizante certo

Cada planta tem uma necessidade diferente de nutrientes. Portanto, escolha um fertilizante que atenda às suas necessidades em termos de nutrientes, crescimento e impacto no meio ambiente.

Quando você deve adicionar fertilizantes orgânicos às suas plantas?

Realize um teste de solo

A condição atual do seu solo é de longe o melhor parâmetro para decidir sobre a fertilização. Um teste de solo pode informar sobre as proporções de nutrientes no solo e seus níveis de pH.

Combine as necessidades 

Como já discutimos, precisamos atender às necessidades das plantas. Por exemplo, se a planta tiver uma folhagem enorme, ela só poderá florescer com uma boa quantidade de disponibilidade de nitrogênio. Então, use um fertilizante com alto teor de nitrogênio, seja na forma granular ou foliar.

Requisitos sazonais/climáticos

Semelhante a outros tipos de fertilizantes, a eficácia dos fertilizantes orgânicos mudará com as mudanças climáticas e das estações. Em climas quentes, quando as plantas crescem com mais vigor, necessitam de uma dose rápida de nutrientes. Um fertilizante de liberação rápida como se a emulsão de peixe fosse perfeita para eles.

Como otimizar o uso de fertilizantes orgânicos

Uma maneira fácil de garantir que você aproveite ao máximo seus fertilizantes orgânicos é observar atentamente as plantas em busca de problemas e, em seguida, solucioná-los de acordo.

Problemas comuns

Infelizmente, os jardineiros mais experientes também podem cometer erros e podem surgir problemas. Aqui estão alguns exemplos. Se a folhagem for pequena ou crescer lentamente, pode precisar de alguns nutrientes imediatamente. 

Métodos para resolver os problemas

Você deve fazer alterações em sua técnica de fertilização observando atentamente suas plantas. Por exemplo, se eles mostrarem sinais de queima de nutrientes, regue-os bastante para eliminar os nutrientes extras. Ou se você suspeitar de deficiência de nutrientes, faça um teste de solo para descobrir o que falta ou precisa.

Técnicas avançadas

Técnicas avançadas

Com o tempo, novas técnicas foram introduzidas na fertilização. Existem técnicas avançadas de fertilização orgânica, como biochar e compostagem de minhocas. Esses são métodos sustentáveis que são bons para o meio ambiente e para você.

Nota: As minhocas são um tipo de corretivo do solo, enquanto o biochar melhora a estrutura do solo e o torna mais capaz de reter nutrientes.

Pensamentos de despedida

Os fertilizantes orgânicos são uma ótima alternativa de nutrientes para suas plantas. Você também pode considerar combinar dois ou mais tipos de fertilizantes orgânicos para atender às necessidades nutricionais de suas plantas. Isso garantirá que eles tenham todos os nutrientes na quantidade certa e, assim, cresçam saudáveis.

Além disso, caso sua planta necessite de um nutriente em maior quantidade do que seu fertilizante orgânico pode fornecer, considere um vendedor certificado de fertilizantes. Ele irá ajudá-lo com fertilizantes de alta qualidade para melhorar a saúde e o rendimento de suas plantas.

Artigos Durados para Você

Pessoa segurando um recipiente com terra e luvas, dos 10 principais produtores de fertilizantes orgânicos

Os 10 principais produtores de fertilizantes orgânicos

Conheça os principais produtores de fertilizantes orgânicos em 2024. Conheça a história, os produtos e as inovações para escolher a melhor solução sustentável para suas necessidades.

Dois trabalhadores em uma fábrica que processa fertilizante de aminoácidos amarelo

Os 15 principais fabricantes de fertilizantes de aminoácidos nos EUA

Explore os 15 principais fabricantes de fertilizantes de aminoácidos nos EUA, incluindo HANS Chem, Aminocore e outros, para melhorar o crescimento, o rendimento e a sustentabilidade das culturas.

Mirtilos crescendo perto de uma janela destacada no Guia para fertilizar plantas de mirtilo

Um guia para fertilizar plantas de mirtilo

Aprenda como fertilizar plantas de mirtilo com este guia completo. Descubra os melhores fertilizantes e dicas para um crescimento saudável e colheitas abundantes.

pt_PTPortuguese