Procurar
Feche esta caixa de pesquisa.

O guia definitivo para fertilizantes de solo

Explore o guia definitivo sobre fertilizantes de solo para o crescimento ideal das plantas, abrangendo tipos, métodos de aplicação e impactos ambientais.

Um ecossistema de solo saudável é importante. Apoia práticas agrícolas em todo o mundo. Mas o que torna isto possível é o uso de fertilizantes – fertilizantes de solo. Então, o que são esses fertilizantes de solo e eles são diferentes dos outros? fertilizantes? Vamos descobrir.

Continue lendo enquanto descobrimos os diferentes tipos de fertilizantes do solo, os melhores métodos para usá-los e muito mais. Quer você seja iniciante, jardineiro experiente ou agricultor, este guia o ajudará a tomar decisões informadas.

Importância do solo saudável para o crescimento das plantas

Solo saudável para o crescimento das plantas

Estamos bem cientes de que um solo saudável ajuda no cultivo de plantas saudáveis. Vamos entender assim: o solo fértil contém um número significativo de microrganismos e apenas uma pequena quantidade de microrganismos nocivos. 

Aspecto biológico

Os restos de materiais vegetais e animais no solo, como folhas frescas e galhos, fornecem alimento para vários microrganismos no solo. Isso garante que haja atividade microbiana suficiente no solo, tornando-o saudável e sábio. 

Aspecto físico

A condição física do solo, que muitas vezes é resultado da atividade biológica do solo, é também um dos determinantes da saúde do solo. Uma boa atividade biológica melhora a aeração do solo, reduzindo as chances de compactação.

Aspecto químico

Além disso, um solo saudável possui uma boa mistura de nutrientes, nem menos nem mais. Quimicamente falando, para que o solo mantenha uma boa saúde, ele deve ter pH, nutrientes e teor de sal corretos. Para ser mais preciso, deve conter magnésio, cálcio e potássio para sustentar as raízes da planta.

Quando o solo é capaz de manter suas propriedades biológicas, físicas e químicas, você pode considerá-lo saudável.

O que é um fertilizante de solo?

O que é um fertilizante de solo

Um fertilizante de solo é qualquer substância – natural ou sintética que ajuda a melhorar a saúde e a vitalidade do solo. Com isso, a fertilidade do solo ganha impulso à medida que é reabastecida por elementos que podem ter saído na última colheita.

Às vezes, até calamidades naturais como inundações retiram os elementos essenciais, deixando o solo infértil e incapaz de sustentar o crescimento saudável das plantas.

Em um fertilizante de solo, existem três ingredientes principais: nitrogênio (N), potássio (K) e fósforo (P). Estes são escritos como NPK e cada valor representa a quantidade desse nutriente na sacola de fertilizante.

Por exemplo, um fertilizante rotulado como 25-5-4 contém 25% de nitrogênio, 5% de fósforo e 4% de potássio, além de alguns outros ingredientes úteis.

Compreender os rácios NPK e o seu significado

Azoto

Principal componente necessário para a fotossíntese de uma planta, conferindo-lhe sua peculiar cor verde.

Potássio

Ajuda a melhorar a imunidade da planta e aumenta a sua resistência a pragas e doenças.

Fósforo

As plantas podem dever o desenvolvimento das raízes, a floração e a frutificação a esse componente do fertilizante.

Esses nutrientes, juntamente com outros micronutrientes e oligoelementos, são importantes para a saúde das plantas. Na sua ausência, a planta apresenta crescimento atrofiado, baixo rendimento e às vezes até morte. 

Tipos de fertilizantes de solo

Os fertilizantes do solo são principalmente de dois tipos:

  • Fertilizantes orgânicos
  • Fertilizantes inorgânicos

Fertilizantes orgânicos

Fertilizantes orgânicos

Estes vêm de matéria natural vegetal ou animal, fresca ou seca. Embora sejam considerados descontraídos e úteis para o meio ambiente, sua liberação é lenta por natureza, mas no geral são bons no longo prazo.

Fertilizantes orgânicos geralmente contêm apenas um tipo de nutriente, o que os torna perfeitos para tratar um tipo de deficiência de nutriente em uma planta. Quando usados corretamente, fornecem às plantas quantidades suficientes de micro, macro e oligoelementos. 

Os fertilizantes orgânicos são ainda categorizados em:

  • Fertilizantes de origem animal
  • Fertilizantes à base de plantas
  • Fertilizantes à base de minerais

Os fertilizantes vegetais e animais liberam nutrientes após a decomposição no solo. O exemplo mais comum disso é o esterco animal, que já é usado há muito tempo. Por um lado, acrescenta nutrientes ao solo, por outro, aumenta a capacidade de retenção de água. 

O benefício adicional deste tipo de fertilizante é que ele fornece um habitat natural para as minhocas. À medida que esses insetos se alimentam da matéria orgânica em decomposição, eles liberam seus resíduos no solo, aumentando seus nutrientes. Além disso, à medida que se movem, criam pequenos túneis no solo para o ar circular e as raízes das plantas crescerem. 

Fertilizantes Inorgânicos

Fertilizantes Inorgânicos

O oposto dos fertilizantes orgânicos é o inorgânico. Eles são essencialmente um subproduto de minerais e rochas e muitas vezes resultam de reações físicas e químicas neles. Porém, é preciso ressaltar que a origem de suas matérias-primas é animal ou vegetal. 

Fertilizantes inorgânicos são carregados com três nutrientes essenciais para as plantas: nitrogênio, fósforo e potássio. Os elementos estão disponíveis em muitas combinações diferentes. 

Você pode escolher um fertilizante inorgânico com valor NPK de acordo com as necessidades da planta. Por exemplo, se você possui uma planta ornamental com folhas grandes que estão ficando amarelas, você pode precisar de um fertilizante com alto teor de nitrogênio, como ureia (nitrogênio 46%). 

As plantas absorvem fertilizantes inorgânicos mais rapidamente do que fertilizantes orgânicos. Além disso, eles se dissolvem facilmente no solo e estão prontamente disponíveis para a planta. 

Tipos de fertilizantes inorgânicos

Fertilizantes nitrogenados: São utilizados como fonte de nitrogênio, principalmente durante a fase de crescimento da planta. Exemplos incluem ureia, nitratos de amônio, tetraaminas e cloreto ou nitrato de sódio.

Fertilizantes de potássio: como o nome sugere, são uma rica fonte de potássio para as plantas. Muriato de potássio é o fertilizante potássico mais comumente usado. É 100% solúvel em água.

Fertilizantes fosfatados: Esses fertilizantes adicionam fósforo inorgânico ao solo. Ele se converte em fosfato inorgânico solúvel em água como íons ortofosfato antes de ser absorvido pela planta. Alguns microrganismos podem converter fosfato natural em formas biodisponíveis.

Superfosfato: É reconhecido como o primeiro fertilizante químico e foi feito pela combinação de ácido sulfúrico e farinha de ossos em 1840. Mais tarde, a farinha de ossos foi substituída por fosfato de rocha. É útil tanto para a frutificação quanto para a floração das plantas. 

Enxofre, cálcio e fertilizantes de magnésio: Além do acima exposto, cálcio, magnésio e cálcio também são nutrientes importantes. Estes também são conhecidos como nutrientes secundários, pois são necessários em quantidades menores do que os nutrientes primários mencionados acima. 

Melhores práticas para uso de fertilizantes de solo

Quando e como usar fertilizante de solo para diferentes tipos de plantas

Uma observação interessante sobre as plantas é a sua dose de nutrição. Esses seres vivos sedentários não necessitam de nutrição todos os dias e com a mesma frequência que os humanos. Além disso, a exigência varia de planta para planta e de espécie para espécie.

O primeiro exemplo é de plantas perenes. Plantas como bálsamo de abelha, erva-borboleta, coneflowers, etc., não precisam de nenhuma quantidade de fertilizante, exceto para a adição inicial de composto ou esterco. Ao mesmo tempo, existem plantas como floxes, tremoços e lírios que precisam de fertilizantes no início da primavera e novamente no verão.

O próximo são os anuais. As flores anuais que crescem em cestos, vasos e sacos precisam de uma dose consistente de nutrientes para florescer mais saudáveis. Uma aplicação de fertilizante de liberação rápida a cada duas semanas funciona melhor para eles. No entanto, as plantas anuais plantadas no solo podem ser sustentadas em fertilizante orgânico de liberação lenta com fertilização obrigatória durante a estação de crescimento.

Árvores decíduas e arbustos requerem fósforo e potássio para desenvolver raízes saudáveis. Necessitam de mais nutrientes nos primeiros 3 anos; depois disso, eles podem sustentar a rica mistura de plantio em que foram semeados com um fertilizante granular de liberação lenta. O fertilizante deve ser aplicado no início da primavera e quando o novo crescimento estimular. 

Nenhuma fertilização para plantas domésticas durante o outono ou inverno. Portanto, alimente-os quando estiverem crescendo, ou seja, entre março e setembro. Adicione um fertilizante de solo multiuso todos os meses durante esta fase. 

Métodos de aplicação adequados 

Para espalhar o fertilizante no solo de maneira uniforme, eis o que você deve fazer:

Radiodifusão ou cobertura

Transmitindo cobertura

Neste método, os fertilizantes são espalhados aleatoriamente na superfície do solo, manualmente ou com máquinas. Esses aditivos de solo devem ser misturados ao solo imediatamente para garantir que não sejam perdidos pelo escoamento da água. Método ideal para semear um grande número de sementes, este funciona para plantas onde o desbaste posterior é fácil.

Bandas

Os fertilizantes são colocados acima ou abaixo da semente. O método também é apontado como uma aplicação inicial, pois auxilia no início do crescimento das plantas. Você pode optar por usar o método de faixas laterais ou de linhas laterais conforme o requisito.

Curativo lateral

Quando os fertilizantes são aplicados nas laterais das plantas, chamamos isso de cobertura. Você pode aplicar fertilizante no solo em linha reta próximo às fileiras de plantas em ambos os lados. Mas antes disso, é recomendável conhecer as necessidades nutricionais das plantas. Enquanto algumas plantas, como o milho, requerem uma dose frequente de nitrogênio, outras, como a batata-doce, funcionam bem sem ele. 

Como escolher o fertilizante certo?

Adicionar o fertilizante certo é extremamente importante para o crescimento ideal da sua planta. Dito isto, aqui estão alguns fatores que você deve considerar antes de selecionar o fertilizante do solo.

Conheça sua planta

Antes de escolher um fertilizante, você deve saber para que tipo de planta irá utilizá-lo. Nem todas as plantas necessitam de fertilizantes. Alguns podem crescer mesmo sem fertilizantes, enquanto outros precisam de doses frequentes ou pesadas de fertilizantes. Por exemplo, os tomates requerem uma dose maior de nitrogênio. Procurar sinais antes da fertilização.

Além disso, as plantas não têm preferência por fertilizantes. Não importa para eles de onde vem sua nutrição – orgânica ou inorgânica. Eles têm a mesma resposta para ambos, ou seja, a captação e a absorção. 

Analise o solo

Idealmente, o momento certo para testar o solo é pouco antes da fertilização do outono ou após a colheita. Ambos os horários são considerados perfeitos para conhecer as deficiências de nutrientes do solo. 

Os resultados destes testes de solo irão ajudá-lo selecione o fertilizante. Você também aprenderá sobre o pH do solo, além dos níveis de nutrientes como nitrogênio, cálcio, potássio, fósforo, enxofre, magnésio e muitos mais. Testes anuais de solo devem ser realizados na mesma época todos os anos.

Analise o fertilizante

Enquanto fertilizantes orgânicos têm um valor estimado de nutrientes, os fertilizantes disponíveis comercialmente são rotulados com um valor definido de nitrogênio, fósforo e potássio, ou seja, o NPK valor. Além disso, alguns fertilizantes contêm nutrientes extras. Verifique primeiro. 

Se você não conseguir encontrar um fertilizante com a proporção indicada pelo teste de solo, opte por aquele que for mais próximo. Observe que o valor correspondente do nitrogênio é mais vital do que os outros dois nutrientes: potássio e fósforo. 

Impacto no Meio Ambiente 

É muito importante considerar o efeito ambiental do fertilizante de solo que você planeja usar. Por exemplo, o uso excessivo de fertilizantes pode alterar os níveis de acidez do solo, afetando assim a sua fertilidade. Esse escoamento excessivo de fertilizantes também pode causar contaminação dos corpos d’água.

O uso excessivo e frequente de fertilizantes químicos também pode gerar gases de efeito estufa, um fator-chave nas mudanças climáticas. Embora seja importante combater o impacto ambiental, é aconselhável utilizar o tipo de fertilizantes do solo que causam o menor impacto.

Algumas dicas de segurança para aplicação de fertilizante no solo 

Aqui estão algumas medidas de segurança que você deve tomar ao usar fertilizantes de solo:

Armazene fertilizantes com segurança

Quer esteja usando fertilizantes orgânicos ou sintéticos, guarde-os em local frio e seco. Além disso, devem ser mantidos em local inacessível às crianças e animais de estimação (se houver) da casa. Isto é importante porque esses fertilizantes são extremamente prejudiciais à saúde se consumidos.

Proteção contra desgaste

Proteção contra desgaste

Quando sua pele entra em contato com altos níveis de nitrogênio, pode causar queimaduras químicas. Portanto, mantenha seu corpo coberto. Certifique-se de usar máscara facial e luvas para as mãos, e cubra o corpo usando mangas compridas e calças compridas. Além disso, salve seus olhos usando óculos de segurança e mantendo-se protegido.

Pensamentos de despedida

Os fertilizantes do solo são uma maneira fácil de fornecer nutrição às suas plantas. Quando usados de forma adequada, após todas as análises necessárias, revelam-se o alimento mais potente para todos os tipos de plantas. Apenas certifique-se de manter você e sua família seguros no processo, e o solo irá recompensá-lo com o crescimento saudável das plantas. 

Além disso, ao comprar um fertilizante para o solo, opte por um vendedor certificado de fertilizantes, para produtos de alta qualidade. 

Artigos Durados para Você

Pessoa segurando um recipiente com terra e luvas, dos 10 principais produtores de fertilizantes orgânicos

Os 10 principais produtores de fertilizantes orgânicos

Conheça os principais produtores de fertilizantes orgânicos em 2024. Conheça a história, os produtos e as inovações para escolher a melhor solução sustentável para suas necessidades.

Dois trabalhadores em uma fábrica que processa fertilizante de aminoácidos amarelo

Os 15 principais fabricantes de fertilizantes de aminoácidos nos EUA

Explore os 15 principais fabricantes de fertilizantes de aminoácidos nos EUA, incluindo HANS Chem, Aminocore e outros, para melhorar o crescimento, o rendimento e a sustentabilidade das culturas.

Mirtilos crescendo perto de uma janela destacada no Guia para fertilizar plantas de mirtilo

Um guia para fertilizar plantas de mirtilo

Aprenda como fertilizar plantas de mirtilo com este guia completo. Descubra os melhores fertilizantes e dicas para um crescimento saudável e colheitas abundantes.

pt_PTPortuguese